quarta-feira, 6 de julho de 2011

NOSSAS ESCOLHAS


Durante muitos anos trabalhou em nossa casa uma mulher chamada Alice. Ela começou a nos ajudar quando eu ainda era criança e me viu crescer. Ela não era cristã, nem a minha família, mas depois nos convertemos. A família da Alice era cristã e poucos dias antes dela morrer de câncer, sua sobrinha a visitou e fez um apelo para ela aceitar a Jesus como Senhor e Salvador. Para a surpresa de muitos ela disse:"NÃO. Eu não quero Jesus como meu Senhor e meu Salvador".Ela fez uma escolha, no momento crucial para a sua vida eterna.
“Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e com ele cearei, e ele, comigo” (Ap 3.20).
Diariamente Jesus nos convida a andar com ele, seguir Seus passos, conhecer Suas verdades. Em Apocalipse vemos recompensas para as igrejas que permaneceram fiéis. Acontece que como somos, na grande maioria das vezes, guiados pela nossa carne, fazemos a pior escolha; saciá-la. A verdade é que o que somos hoje é resultado das escolhas que fizemos no passado. Durante algum tempo, eu escolhi não andar com Jesus. Eu continuava O amando de todo o meu coração, mas sei lá...estava cansada de fazer tudo certinho e não ver as coisas acontecerem enquanto um monte de gente fazia tudo errado e “aparentemente” eram bem sucedidos... e o resultado disso? Muito tempo perdido na minha vida e muitas, mas muitas lágrimas desnecessárias.
“Maria escolheu a melhor parte, que não lhe será tirada” (Lucas 10:42).
Jesus nunca obrigou a ninguém a segui-lo. Ele apenas convidava. Um dia Ele também nos convidou, afinal, Ele veio para salvar os perdidos. Será que vale a pena continuar longe do Pai e perto dos prazeres do mundo, ou já está na hora de assumir um compromisso 100% fiel e real. O mais perigoso disso tudo é ficarmos anestesiados com o pecado de modo a não nos fazer mais mal. É o Espírito Santo quem nos convence do pecado, é ele quem nos alerta. Será que você tem ouvido os avisos ou só tomará alguma decisão quando já for muito tarde?
Mateus –  7.  13 – 14 “Entrai pela porta estreita (larga é a porta, e espaçoso, o caminho que conduz para a perdição, e são muitos os que entram por ela), porque estreita é a porta, e apertado, o caminho que conduz para a vida, e são poucos os que acertam com ela.”
 O que vai determinar a nossa escolha é o grau de intimidade que temos com Deus, é a proximidade que temos com Jesus. Muitos querem andar com Jesus e se saciar com os prazeres do mundo, quando o nosso verdadeiro deleite e prazer está nos braços de Deus. Andar com Deus é uma escolha DIÁRIA. Seremos sempre tentados a andar com qualquer um menos com o Pai. Andar com Jesus é andar em direção a vida eterna e ainda que o caminho pareça puxado demais, difícil demais, sabemos que láááá no fim alcançaremos a vitória, pois maior é Aquele que está em nós e que anda conosco, do que aquele que está no mundo!
Shalom!

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...