terça-feira, 10 de maio de 2011

CRENTETEMPO

Finalmente estamos chegando próximo do inverno. Eu amo o inverno, amo tempo frio, vento gelado e sempre que posso viajo para algum lugar onde a temperatura seja mais humana do que aqui no RJ. Normalmente quando estou em outra cidade bem mais fria que o Rio, visto várias roupas, bebo café, chocolate quente e me impressiono que os moradores da cidade nem sempre fazem o mesmo. Certa vez perguntei a uma amiga se ela não estava sentido frio e ela me respondeu que não, afinal já estava acostumada com a temperatura.

Muitos também se acostumam com a temperatura, se acostumam com o frio mas, infelizmente é com a temperatura espiritual. Durante algum tempo eu já fui assim. Estava acostumada a ir a igreja, ouvir a palavra e saía dali da mesma maneira como tinha entrado. Na verdade, estava presente fisicamente, mas minha cabeça estava em tantos outros lugares que se listasse agora não teria fim. Aprendi, de uma forma dura, que, ser cristão, estar afastado da igreja e de Deus é uma coisa, agora ser Cristão, ESTAR NA IGREJA, e estar afastado de Deus é outra completamente diferente.

O fato é que perdemos tempo e ultimamente o tempo tem sido algo valioso. Estamos ouvindo e principalmente vendo que Jesus está voltando. O que temos feito com o tempo que passamos na casa do Pai? Para alguns é tempo de colocar os “torpedos” em dia, SMS, MMS, buscas pela internet, acesso ao Facebook. Outros não dispensam um joguinho. Alguns passam o culto todo se perguntando se falta muito para acabar, outros simplesmente passeiam. Quando entendemos que a igreja é um local separado para termos comunhão uns com os outros ( ok, eu sei que até isso as vezes não tem!), e que o Senhor está ali esperando para falar conosco, passamos a nos aquecer com a presença do Espírito Santo.

“Se alguém supõe ser religioso, deixando de refrear a língua, antes, enganando o próprio coração, a sua religião é vã. A religião pura e sem mácula, para com o nosso Deus e Pai, é esta: visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações e a si mesmo guardar-se incontaminado do mundo.” (Tg 1.26-27)

É possível um cristão esfriar dentro da igreja! É possível ele esfriar tendo um cargo de confiança, uma função, um grande ministério. É muito possível isso acontecer! Igreja cheia não significa que os corações ali estão querendo mais de Deus. Quantidade não é sinônimo de qualidade. Se o seu coração está em Deus é porque seu tesouro é o próprio Deus e se é assim automaticamente você irá querer conhecê-lo mais e mais. Um cristão frio já perdeu a intimidade com Deus, que já não ora mais… já não adora mais… Está presente nos cultos por estar, por hábito, ou por medo de Deus castigar de alguma forma. Podem até ser considerados como pessoas do mundo, pois são insensíveis a voz de Deus.

Tudo isso gera um enfraquecimento espiritual sem medida. Dizem que “saco vazio não pára em pé” eu já digo que crente vazio não resiste às tribulações, aos ataques do inimigo, que eu e você conhecemos muito bem. A fraqueza espiritual mata, a anemia espiritual só é combatida com a busca incansável pela presença de Deus. Eu aprendi que deveria comer direito, corretamente, ou na primeira chuva que pegasse poderia ficar gripada. Ou buscamos nos alimentar e fortalecer nosso espírito, ou sucumbiremos nas tribulações!

Aquele, pois, que pensa estar em pé veja que não caia.” (1 Co 10. 12)

Não seremos frios se buscarmos DIARIAMENTE a face do Senhor. Dentro e fora da igreja. Chega de viver de aparências, chega de querer agradar e impressionar as outras pessoas. Vamos buscar agradar somente à Deus. Só ele é digno!

SHALOM

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...