terça-feira, 31 de maio de 2011


SARAH          

Não...não vou falar de Sarah, mulher de Abraão. Vou falar da Sarah Sessa Jordão, o presente que Deus nos deu na quinta-feira passada. Nasceu a bebezinha da minha melhor amiga e hoje sou oficialmente a “dinda” mais babona.

"O SENHOR, o Salvador de Israel, diz: "Meu povo, eu sou o seu Criador; antes que você tivesse nascido, eu já o havia criado. Sozinho, eu criei todas as coisas; estendi os céus e firmei a terra sem a ajuda de ninguém." Isaías 44.24.

Na quinta pela manha, enquanto estava no trabalho, senti um batimento diferente no meu coração. Meu coração ficou apertado, mas não era dor, me faltou um pouquinho de ar, mas eu estava super bem, e os meus pensamentos estavam num futuro bem distante. Naquele momento eu senti um amor tão grande pela bebe e ela não havia nem nascido! Já comecei a visualizar nós duas na praia, ela correndo para os meu colo quando a Francine brigar com ela, ela me ligando e pedindo para dormir na minha casa e tantas outras coisas. Naquele momento eu visualizei  o amor que Deus tem por nós, o amor que Ele já tinha mesmo antes de nascermos.

Eu não sei se a Sarah vai me amar, se vai gostar de mim mas não me importo com isso, pois eu a amei primeiro. Deus nos amou primeiro e esse amor foi e é tão grande que não podemos medir, nem explicar. Cabe a nós viver! Por causa desse amor Ele deu o seu filho unigênito para que todo aquele que nele cresse não perecesse, mas tivesse a vida eterna! ( João 3:16)

Antes que te formasse no ventre te conheci, e antes que saísses da madre, te santifiquei; - Jeremias 1:5

Em Salmos 139:16 diz: “Tu me viste antes de eu ter nascido. Os dias que me deste para viver foram todos escritos no teu livro quando ainda nenhum deles existia”. Isso não é maravilhoso? Deus já conhecia cada detalhe da nossa vida. Eu não sei como vai ser o futuro da Sarah, mas Deus sabe o nosso. Ele espera que assim como as crianças que confiam em seus pais, possamos mais e mais confiar cegamente Nele.
O Senhor não perde tempo. Se ele nos criou é porque temos grande valor. As vezes esquecemos quem somos. Esquecemos que somos amados, raça eleita, povo escolhido. Esquecemos que nosso Pai celestial nos amou e nos ama incondicionalmente.

Preste atenção nesse versículo: João 17:20 – “E não rogo somente por estes, mas também por aqueles que pela sua palavra hão de crer em mim” Sabe de quem Jesus está falando aqui? DE MIM E DE VOCÊ! ALELUIA! Deus enviou Jesus por amor, por amor Jesus morreu na cruz pelos nossos pecados, por amor temos acesso ao Pai através de Cristo. Tudo por amor. É aquele amor que faz o coração de Deus bater mais forte, que O faz ficar sem ar, que faz com Ele queira sim que cresçamos mas que continuemos ao lado Dele.

Talvez um dia eu decepcione a Sarah, talvez algum dia ela precisará de mim e eu não estarei lá, mas Deus nunca nos decepciona, Ele sempre está conosco! Que possamos retribuir a esse amor, de maneira pura, gratos de coração. Que os nossos corações batam cada vez mais forte por Jesus.

Shalom!

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Vivo ou morto?

“Porque Ele vive, posso crer no amanhã. Porque Ele vive, temor não há. Mas eu bem sei, eu sei, que a minha vida está nas mãos do meu Jesus, que vivo está.” Harpa Cristã – Hino Porque Ele vive.

No trajeto entre a minha casa e o meu trabalho passo por um cemitério muito grande aqui no RJ (Caju) e hoje no carro conversava com o meu pai a respeito de enterros e velórios. Comentávamos a vantagem da cremação e de como é triste saber que entes queridos estão com os restos mortais enterrados em algum lugar. Mais triste ainda é ficar velando o corpo, chorando, lamentando e para muitos é muito triste também pagar a conta do enterro.
É claro, que perder alguém que amamos é uma das piores sensações que podemos sentir, mas particularmente nunca vi sentido nos velórios. A minha mãe mesmo antes de morrer pediu que não fizéssemos nada, que não gastássemos dinheiro com caixões e coroas de flores, afinal ela não estaria mais ali. Ela estaria na glória, ao lado do nosso Senhor. Pareceu um pedido meio frio, mas me fez muito bem, pois não tenho a imagem da minha mãe morta e sei que hoje ela vive com Deus, com Jesus.

Pensando nisso, eu entendo o porquê de algumas pessoas ficarem tão tristes e chorosas quando vêem Jesus na cruz e carregam isso em forma de pendentes. Lembro-me de uma vez ter ido à cidade de Aparecida (SP) e me chamou a atenção ver as pessoas chorando e beijando a imagem enorme de Jesus que estava dentro da igreja. Bom, na verdade era uma imagem de uma mulher com Jesus morto no colo. Eu sabia que aquilo de alguma forma não fazia sentido. Jesus não estava morto. Ele tinha ressuscitado!

“E aconteceu que, estando elas muito perplexas a esse respeito, eis que pararam junto delas dois homens, com vestes resplandecentes. E, estando elas muito atemorizadas, e abaixando o rosto para o chão, eles lhes disseram: Por que buscais o vivente entre os mortos? Não está aqui, mas ressuscitou. Lembrai-vos como vos falou, estando ainda na Galiléia” – Lucas 24: 4-6

E porque Jesus ressuscitou, porque Ele venceu a morte, nós somos vencedores junto com ele! Isso só pode ser entendido por quem tem fé, pois como vamos acreditar que as coisas que estão mortas em nossa vida ressuscitarão também? Jesus não está mais na cruz! Não tem porque olharmos para ela e ficarmos tristes. Muito pelo contrário! A cruz a princípio significou derrota, destruição, fim, mas na verdade foi só o começo. Foi só o começo de tudo o que eu e você vivemos e podemos viver com Jesus. Ele era o unigênito de Deus( o filho único) mas quando o aceitamos como nosso Senhor e Salvador passamos a ser filhos de Deus também e Jesus o primogênito. Deus não tem filhos preferidos! Da mesma forma como ele amou a Jesus, Ele nos ama. O tempo todo Deus estava com Jesus e o tempo todo Deus está com você!

As vezes parece que somos nós que estamos sendo crucificados não é? É tanta dor, tanta solidão, tanta tristeza que pensar que em algum lugar existe vida é surreal! Mas existe! E foi o sangue de Jesus que nos trouxe essa vida. Se você acha difícil entender isso, peça entendimento ao Senhor, mas lembre-se que o Jesus morto na cruz não existe mais! Ele vive em mim, vive em você e quer te dar abundancia de vida!

“Ora, àquele que é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera,” EF 3:20

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Limpinhos por fora, sujinhos por dentro.

“Pois são semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora realmente parecem formosos, mas interiormente estão cheios de ossos mortos e de toda a imundícia”. (Mateus 23:7)

Ultimamente tenho pensado muito nesse versículo. Tenho orado e pedido muito a Deus para não ser como um sepulcro caiado. Mas o que é ser isso? O que Jesus quis dizer quando ele chamou os escribas e fariseus de sepulcros caiados? Os sepulcros nos tempos bíblicos eram monumentos em homenagem ao morto. Eles eram então "caiados", ou seja, pintados de branco (cal). Isso acontecia para que fossem vistos de longe e evitasse a contaminação ritual que acontecia ao entrar em contacto com alguma coisa morta. Por fora estavam sempre muito branquinhos, mas por dentro só havia morte, sujeira, podridão.

Naquela época (e não muito diferente dos dias atuais) as pessoas tinham uma terrível “mania” de apontar o dedo para os outros, apontar as falhas, julgar os erros, expor, maldizer, se achar superior e coisas assim, mas raramente ou quase nunca vigiavam a sua própria vida. Por fora, eram sérios, maduros, corretos, mas por dentro estavam podres, cheios de religiosidade, sem amor no coração e pensamentos ruins. Queriam e faziam questão de serem melhores que os outros.

Jesus condenou e condena isso até hoje. Ele vê o nosso interior, vê o nosso coração, sonda os nossos pensamentos. Sabe quando usamos máscaras ou quando nos apresentamos de “cara lavada”, exatamente como somos diante Dele. Não podemos sem hipócritas como eram os fariseus. Não podemos viver de aparências, nem dentro nem fora da casa do Senhor! Como é triste saber que muitos casamentos são apenas fachadas, que muitos pais tratam seus filhos bem só quando estão na frente de alguma pessoa conhecida, que muitas pessoas pregam e exigem aquilo que não vivem.

Já julguei muito, já acusei muito, já falei de muito irmão dentro da igreja, já fiz muitos “comentários edificantes” a respeito de muita gente. Até que um dia Jesus me colocou na frente do espelho e eu vi que estava branquinha, branquinha... (e nem era do perdão dos meus pecados). EU VIVIA NO ENGANO! Como poderia falar de alguém? E ainda que não vivesse! Ainda que eu fosse a mais santa, a mais correta, não teria esse direito. Jesus não fez isso. Ele não nos julga, não nos acusa, não coloca o dedo no nosso rosto. Ele nos ama. Ele quer tirar todo o engano, todo o cal. Jesus quer e pode fazer ressuscitar tudo aquilo que está morto na nossa vida e que nós mascaramos para parecer diante de outras pessoas que está tudo bem!

Eu tive o privilégio de pedir perdão certa vez para uma irmã da igreja. Aquilo me libertou! Me emociono só de pensar. Não quero ser sepulcro caiado. Não quero nada morto em mim! Se o sangue de Jesus me trouxe vida, quero viver essa vida! Chega de cheiro de morte nas nossas vidas! Chega de velas, de caixões, de coroas de flores! Vamos assumir os nossos limites, as nossas falhas, as nossas fraquezas assim não seremos mais julgadores um dos outros, hipócritas. Vamos redescobrir quem somos, pois o que somos e quem somos está em Jesus!

Ele quer nos fazer vasos de honra! Moldados por Ele.

João 8:7 Mas, como insistissem em perguntar-lhe, ergueu-se e disse- lhes: Aquele dentre vós que está sem pecado seja o primeiro que lhe atire uma pedra.

sábado, 14 de maio de 2011

LOUVE

Atos 16:25:26 – “Pela meia-noite Paulo e Silas oravam e cantavam hinos a Deus, enquanto os presos os escutavam. De repente houve um tão grande terremoto que foram abalados os alicerces do cárcere, e logo se abriram todas as portas e foram soltos os grilhões de todos.”

As vezes eu fecho os olhos e fico imaginando essa cena. Paulo e Silas presos em nome de Jesus. Durante muito tempo eu só conseguia imaginar os dois dentro de uma cela, com grades e um cara mal do lado de fora vigiando, mas a situação de Paulo e Silas era muito pior. No versículo 23 diz que eles foram muito açoitados, tudo porque segundo os magistrados eles estavam “perturbando” a cidade. Eles foram muito machucados por fora e lançados no cárcere interior. O cárcere interior era um buraco embaixo da terra, escuro, úmido e sem janelas e ainda amarrados a um tronco!

Quanta dor esses homens devem ter passado. Quanta humilhação. Fisicamente eles estavam presos, mas espiritualmente se sentiam livres! Paulo e Silas nos ensinam algo extremamente valioso aqui. O poder de dar glórias a Deus no meio da tragédia, da tribulação, da dor! Com isso aprendemos que a nossa alegria vem do alto, de dentro; vem do Espírito santo que habita em nós.

As pessoas dizem assim: Ahh, mas eu sou humano, tenho sentimentos. É muito difícil dar glória a Deus quando tudo parece ter chegado ao fim!
Concordo. É difícil sim, mas não é impossível. Veja bem, a bíblia não foi escrita para que a memorizássemos ou que dela tirássemos lindas pregações. Deus se revelou a esses homens já sabendo que passaríamos pelas mesmas coisas que eles passaram e que poderíamos crer que se Deus foi com eles, será conosco também. Devemos aprender a como agir diante das circunstancias da vida e a bíblia nos ensina isso de forma muito clara!

As orações e o louvor no meio da tribulação fizeram a diferença! Se você está na mesma condição de Paulo e Silas, com feridas abertas, se sentindo humilhado, abandonado, cansado, ou preso à pensamentos ou situações, simplesmente comece a louvar a Deus. Mas não é qualquer louvor, é aquele que sai do coração! Tantas vezes passamos por situações como essa! Os nossos problemas ganham dimensões enormes, e as vezes eles até são muito grandes mesmo. O desespero vem à tona!

Salmo 18:3 diz: "Invocarei o nome do SENHOR, que é digno de louvor, e ficarei livre dos meus inimigos".

A única coisa que não podemos perder nunca é a confiança em Deus. É Deus que dirige a nossa vida! Lembre-se que Sadraque, Mesaque e Abdnego foram lançados na fornalha mas o Senhor estava com eles. E nem um fio de cabelo foi queimado!

Existe força no louvor, na oração de um justo. Não só eles foram libertos mas contagiaram a outros. Eu creio que você não será só liberto mas que através do que Jesus fez e fará na sua vida muitos O seguirão, pois você será testemunho vivo do poder de Deus. Não desista, não se assuste com a escuridão, Jesus está com você! Não se assuste com o cárcere interno, Jesus está com você, não se assuste com o peso das correntes... Elas são temporárias!

Leia o que diz esse louvor:

Deus não rejeita oração
Oração é alimento...
Nunca vi um justo sem resposta ou ficar no sofrimento
Basta somente esperar o que Deus irá fazer
Quando Ele estende suas mãos
É a hora de vencer

Então louve, simplesmente louve
Tá chorando louve, precisando louve
Tá sofrendo louve, não importa louve
Seu louvor invade o céu...
Deus vai na frente abrindo o caminho
Quebrando as correntes, tirando os espinhos
Ordenas aos anjos pra contigo lutar
Ele abre as portas pra ninguém mais fechar
Ele trabalha pra os que nEle confia
Caminha contigo de noite ou de dia
Erga suas mãos, sua benção chegou
Comece a cantar com muito louvor
Com muito louvor, com muito louvor
Com muito louvor...

Agente precisa entender o que Deus está falando
Quando Ele fica em silêncio é
Porque está trabalhando
Basta somente esperar o que Deus irá fazer
Quando Ele estende suas mãos
É a hora de vencer

Então louve, simplesmente louve
Tá chorando louve, precisando louve
Tá sofrendo louve, não importa louve
Seu louvor invade o céu...
Deus vai na frente abrindo o caminho
Quebrando as correntes, tirando os espinhos
Ordenas aos anjos pra contigo lutar
Ele abre as portas pra ninguém mais fechar
Ele trabalha pra os que nEle confia
Caminha contigo de noite ou de dia
Erga suas mãos, sua benção chegou
Comece a cantar com muito louvor
Com muito louvo, com muito louvor
Com muito louvor...

terça-feira, 10 de maio de 2011

CRENTETEMPO

Finalmente estamos chegando próximo do inverno. Eu amo o inverno, amo tempo frio, vento gelado e sempre que posso viajo para algum lugar onde a temperatura seja mais humana do que aqui no RJ. Normalmente quando estou em outra cidade bem mais fria que o Rio, visto várias roupas, bebo café, chocolate quente e me impressiono que os moradores da cidade nem sempre fazem o mesmo. Certa vez perguntei a uma amiga se ela não estava sentido frio e ela me respondeu que não, afinal já estava acostumada com a temperatura.

Muitos também se acostumam com a temperatura, se acostumam com o frio mas, infelizmente é com a temperatura espiritual. Durante algum tempo eu já fui assim. Estava acostumada a ir a igreja, ouvir a palavra e saía dali da mesma maneira como tinha entrado. Na verdade, estava presente fisicamente, mas minha cabeça estava em tantos outros lugares que se listasse agora não teria fim. Aprendi, de uma forma dura, que, ser cristão, estar afastado da igreja e de Deus é uma coisa, agora ser Cristão, ESTAR NA IGREJA, e estar afastado de Deus é outra completamente diferente.

O fato é que perdemos tempo e ultimamente o tempo tem sido algo valioso. Estamos ouvindo e principalmente vendo que Jesus está voltando. O que temos feito com o tempo que passamos na casa do Pai? Para alguns é tempo de colocar os “torpedos” em dia, SMS, MMS, buscas pela internet, acesso ao Facebook. Outros não dispensam um joguinho. Alguns passam o culto todo se perguntando se falta muito para acabar, outros simplesmente passeiam. Quando entendemos que a igreja é um local separado para termos comunhão uns com os outros ( ok, eu sei que até isso as vezes não tem!), e que o Senhor está ali esperando para falar conosco, passamos a nos aquecer com a presença do Espírito Santo.

“Se alguém supõe ser religioso, deixando de refrear a língua, antes, enganando o próprio coração, a sua religião é vã. A religião pura e sem mácula, para com o nosso Deus e Pai, é esta: visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações e a si mesmo guardar-se incontaminado do mundo.” (Tg 1.26-27)

É possível um cristão esfriar dentro da igreja! É possível ele esfriar tendo um cargo de confiança, uma função, um grande ministério. É muito possível isso acontecer! Igreja cheia não significa que os corações ali estão querendo mais de Deus. Quantidade não é sinônimo de qualidade. Se o seu coração está em Deus é porque seu tesouro é o próprio Deus e se é assim automaticamente você irá querer conhecê-lo mais e mais. Um cristão frio já perdeu a intimidade com Deus, que já não ora mais… já não adora mais… Está presente nos cultos por estar, por hábito, ou por medo de Deus castigar de alguma forma. Podem até ser considerados como pessoas do mundo, pois são insensíveis a voz de Deus.

Tudo isso gera um enfraquecimento espiritual sem medida. Dizem que “saco vazio não pára em pé” eu já digo que crente vazio não resiste às tribulações, aos ataques do inimigo, que eu e você conhecemos muito bem. A fraqueza espiritual mata, a anemia espiritual só é combatida com a busca incansável pela presença de Deus. Eu aprendi que deveria comer direito, corretamente, ou na primeira chuva que pegasse poderia ficar gripada. Ou buscamos nos alimentar e fortalecer nosso espírito, ou sucumbiremos nas tribulações!

Aquele, pois, que pensa estar em pé veja que não caia.” (1 Co 10. 12)

Não seremos frios se buscarmos DIARIAMENTE a face do Senhor. Dentro e fora da igreja. Chega de viver de aparências, chega de querer agradar e impressionar as outras pessoas. Vamos buscar agradar somente à Deus. Só ele é digno!

SHALOM

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Audição seletiva

"E, na verdade, toda a correção, ao presente, não parece ser de gozo, senão de tristeza, mas depois produz um fruto pacífico de justiça nos exercitados por ela." (Hebreus 12:11)

Eu lembro quando a minha mãe dizia que eu tinha audição seletiva, ou seja, só ouvia aquilo que me convinha, rs. Normalmente minha audição falhava quando ela me mandava arrumar a casa ou quando ela começava com os longos sermões por alguma coisa que eu havia feito de errado. Conheço algumas pessoas que se “fazem de surdos” ainda hoje, principalmente quando quem repreende ou manda é o Senhor Deus.

Já me fiz de surda espiritual muitas vezes. Eu tenho uma grande amiga, a Francine, que durante muitos anos foi e é canal de Deus para a minha vida. Quando eu fazia alguma coisa errada, contava para ela e ela sempre tinha uma palavra sábia, um conselho para me dar. Sempre focada na palavra de Deus. Nem sempre o que a Francine falava eu gostava de ouvir, fica irritada, com raiva, eu dizia que ela era a super santa e eu a pior das pecadoras. Ficava procurando desculpas para justificar meus erros e amenizar as coisas que ela me falava. A Francine, como uma grande amiga, só me mostrava a verdade, mas nem sempre queremos ouvir a verdade.

"E já vos esquecestes da exortação que argumenta convosco como filhos: Filho meu, não desprezes a correção do Senhor, E não desmaies quando por ele fores repreendido;" Hebreus 12:5

Fazemos as mesmas coisas com Deus. Não queremos ouvir Deus, ou melhor, queremos ouvir, e ler, o que nos interessa. O que não nos agride. E, porque não ouvimos a Deus, cometemos fazemos as mesmas coisas erradas de antes, e aí sofremos pelas mesmas coisas, nos lamentamos pelas mesmas coisas. Pegamos versículos da bíblia ou parte de pregações e interpretamos da maneira que melhor nos agrada.
Deus SEMPRE fala conosco, mas nem sempre o ouvimos. Eu ouço pessoas dizendo que Deus não está falando, que está mudo... Mas aí eu pergunto: Deus está mudo, ou nós é que estamos surdos?

Talvez a gente realmente não saiba ouvir a Deus. Sim, isso pode acontecer. É aí que entra a ação do Espírito Santo. Você pode orar e pedir ao Espírito de Deus que te mostre quando é Deus falando ou quando é a sua carne, suas vontades, seus desejos prevalecendo. Eu confesso que nem sempre consigo discernir quando é Deus falando e quando não é. Quando isso acontece procuro retirar toda a ansiedade do meu coração, me acalmar e procuro ficar mais atenta às pequenas coisas. Eu não ouço vozes( rs) mas Deus tem falado muito comigo ultimamente, e nem sempre  é o que gostaria de ouvir.

Estamos preparados para ouvir Deus falar? Sei que estamos preparados para ouvir o SIM, mas estamos preparados para ouvir o “NÃO”? Ou, “VOCÊ ESTÁ ERRADO (A)”? Devemos orar sempre, não até Deus nos ouvir, mas até que possamos ouvir a Deus – Essa frase não é minha, não sei de quem é, mas é uma grande verdade!

"A lei do SENHOR é perfeita, e refrigera a alma; o testemunho do SENHOR é fiel, e dá sabedoria aos símplices. Os preceitos do SENHOR são retos e alegram o coração; o mandamento do SENHOR é puro, e ilumina os olhos. O temor do SENHOR é limpo, e permanece eternamente; os juízos do SENHOR são verdadeiros e justos juntamente. Mais desejáveis são do que o ouro, sim, do que muito ouro fino; e mais doces do que o mel e o licor dos favos.Também por eles é admoestado o teu servo; e em os guardar há grande recompensa."
Salmos 19:7-11

Vamos nos sujeitar a voz do Deus, à sua correção, aos Seus conselhos. Deus nos ama e quer o nosso melhor. Aprenda a ouvir o que você não quer também. Glorifique a Deus por cada correção na sua vida. Se Ele não nos amasse, se não se preocupasse tanto conosco, não ligaria. Quando Deus falar com você, obedeça, ainda que te doa, ainda que te faça chorar. O choro da obediência é melhor que o choro da dor do pecado!

Shalom!

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Ir para o céu

Não faço exercício nenhum! Outro dia saindo do metrô tive a opção de subir pela escada convencional ou pela escada rolante. Não pensei duas vezes! Escada rolante é lógico. Não vou me cansar, vou subir mais rápido e no fim o resultado final será o mesmo. Essa simples atitude me fez pensar que muitos querem ir para o céu de escada rolante também. Não querem se esforçar, não querem subir um degrau de cada vez, não querem sentir o cansaço, nem ficar suado. Querem chegar lá em cima e de preferência de forma rápida.

Quando aceitamos a Jesus como Senhor e Salvador subimos o primeiro degrau, quando nos batizamos outro, quando negamos a nossa carne mais outro, mas a “escada” que nos leva ao céu é composta de muitos degraus e apesar de parecer que ela não tem fim, eu te digo que o fim é estar eternamente ao lado de Jesus, num lugar onde não haverá mais choro... “e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas.” Apocalipse 21:4

MT 11:12 - “Desde os dias de João Batista até agora, o reino dos céus é tomado por esforço, e os que se esforçam se apoderam dele”.

Todo cristão quer, ou pelo menos deveria querer e muito, ir para o céu. Não podemos querer ir para o céu por medo de ir para o inferno; a motivação está errada. Mas será que nos esforçamos para ir para o céu? Entenda que a palavra diz que é “tomado por esforço” e não” à força”.

Mateus 13:44 - "O reino dos céus é semelhante a um tesouro oculto no campo, o qual certo homem, tendo-o achado, escondeu.”

Quando sabemos que existe um grande tesouro enterrado em algum lugar, ou uma carteira recheada de dinheiro num lugar de difícil acesso, fazemos de tudo para conseguir pegar. Tenho como exemplo esses reality shows como o Amazing Race, ou No Limite, onde pessoas se submetiam a grandes testes físicos e mentais sabendo que o que estava em jogo era uma grande quantia de dinheiro. E para nós? O que está em jogo na nossa vida? Qual é o nosso tesouro? Se entendermos que o reino dos céus é um grande tesouro separado para nós, passamos a nos esforçar para consegui-lo. Na verdade, não medimos esforços, pois sabemos que assim como os competidores o prêmio final em muito supera o trabalho para alcançá-lo.

LC 13:24 - “Respondeu-lhes: Esforçai-vos por entrar pela porta estreita, pois eu vos digo que muitos procurarão entrar e não poderão”.

A palavra de Deus nos ensina que onde estiver o nosso tesouro, ali estará também o nosso coração. Se o nosso tesouro estiver nas coisas desta vida, o nosso coração também estará acorrentado neste mundo. Os nossos tesouros são tudo aquilo que constitui a razão da nossa existência, que ocupa o topo da nossa lista de prioridade, que absorve ao máximo o nosso ser (mente, emoção, espírito). Enfim, aquilo no que nos apoiamos para nos sentir seguros. A palavra de Deus nos dá segurança, é através dela, do sangue de Jesus que temos acesso à escada que nos leva para o céu. Depende somente de cada um de nós darmos um passo de cada vez.

Ainda que suas pernas fiquem doloridas, ainda que pareça que você não tem mais fôlego para continuar subindo, não desista. A coroa da vida está esperando por mim e por você! E diferentemente de um reality show onde o prêmio é para somente um vencedor, Deus tem a recompensa para todos nós.

Shalom!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...