quarta-feira, 27 de abril de 2011

Eis me aonde Senhor?

“Depois disto, ouvi a voz do Senhor, que dizia: A quem enviarei, e quem há de ir por nós? Disse eu: eis-me aqui, envia-me a mim.” (Isaías 6:8 RA)

Muitos quando ouvem falar em “fazer missões” imaginam várias coisas. Uns pensam que é necessário viajar para países como o Congo, Somália ou o Zimbábue e viver uma vida miserável, num lugar miserável. Outros já pensam que nasceram para evangelizar à beira do rio Sena, na Trafalgar Square ou na Rodeo Drive. Outros não pensam nada. A simples menção da palavra MISSÕES traz arrepios, pois sabem que será necessário sair da zona de conforto em nome de Jesus. Na verdade ser missionário é ir aonde é necessário ir. É abrir mão do tempo, das vontades, do conforto, do comodismo. Muitos sabem o que é isso dentro do seu próprio bairro, dentro do seu trabalho, da sua família.

“Anunciar o evangelho é necessidade que se me impõe”. (I Coríntios 9:16).

Ser missionário é ser cristão. Todo, TODO, cristão é chamado a levar a palavra de Deus. É claro que Deus usa algumas pessoas em lugares mais perto e outros são enviados para longe, para países estranhos, de línguas estranhas. Mas a essência do missionário é pregar a palavra! O missionário é aquele que está disposto a ir onde há necessidade de alguém que ofereça seus dons e sua vida ao serviço dos mais necessitados e aí o leque se abre já que podemos oferecer nossos ouvidos, nossos olhos, nossa boca, pés, mãos, braços.

Existe um louvor de uma banda americana chamada Casting Crowns chamado If we are the body, e a tradução do refrão dessa musica é essa: “Mas se somos o corpo, Por que Seus braços não estão alcançando? Por que Suas mãos não estão curando? Por que Suas palavras não estão ensinando?E se somos o corpo, Por que Seus pés não estão indo?Por que Seu amor não está mostrando-lhes que há um caminho?”
O Missionário coloca em prática aquilo que aprendeu. Não adianta ser sal e não temperar nada, ou temperar algo que já tem sabor.

Ser missionário é se importar com o outro, com o próximo. É ficar com o coração apertado ao saber que alguém morreu sem a possibilidade de ter conhecido a Jesus como Senhor e Salvador. Ser missionário não é só levar a palavra de Deus e sim levar a essência de Jesus.  Ser missionário é ser paciente!
Muitos batem no peito e enchem a boca para dizer que tem “uma chamado para missões”. Mas será quem tem mesmo? Estão dispostos se sacrificar por amor àqueles a quem Deus ama?

Como moro no Rio de Janeiro, sempre soou como um grande absurdo alguém dizer para mim que nunca tinha visto o mar, ou andado de escada rolante. Mas essas pessoas existem e são muitas. A mesma indignação deveríamos ter ao saber que muitos, mas muitos mesmo, nunca ouviram falar de Jesus. Pesquise sobre a JANELA 10X40 e comece a orar pelo povo daquela região. Clame pelos missionários enviados até lá. Certamente precisam da nossa intercessão!

"E disse-lhes: Ide por todo o mundo, e pregai o evangelho a toda criatura" Marcos 16:15

Fazer missões é algo imperativo para o povo de Cristo. O "Ide" é uma ordem do próprio Senhor Jesus, não é opcional. Jesus não disse: “Olha, se vocês não forem fazer nada...preguem o evangelho.” A glória de Deus deve ser a nossa motivação mais elevada para evangelizarmos todas os povos, tribo, línguas e nações!

Pense nisso: E se nunca ninguém tivesse pregado o evangelho para você? Como você estaria hoje?

Shalom

terça-feira, 26 de abril de 2011

Libertação!

Domingo passado comemoramos a Páscoa! Foi um dia marcante para mim. Começou na aula pela manha e se estendeu durante todo o dia. Depois de muitos anos eu finalmente entendi o valor da páscoa, e por entender fiquei muito triste em ver amigos, e muitos cristãos, vestindo seus filhos de coelhos e trocando ovos de chocolate. Nada tenho contra os coelhos. Muito pelo contrário, todos sabem que amo animais. Chocolate já não sou fã mesmo, mas associar o coelho (que nem ovo põe), e o chocolate a um dos acontecimentos mais importantes da história é no mínimo triste.

A primeira páscoa é vista lá em Êxodo 12. Um mandamento, estatuto perpétuo. "E este dia vos será por memória, e celebrá-lo-eis por festa ao SENHOR; nas vossas gerações o celebrareis por estatuto perpétuo.” (Ex 12:14)
O povo havia sido liberto da opressão de Faraó. Liberto da escravidão, da servidão. Finalmente o povo teve a oportunidade de ter a identidade restaurada por Deus e para Deus. Jesus Cristo se entregou, derramou o seu sangue, entregou seu corpo para nos libertar do julgo do pecado. Assim como Deus fez com os hebreus enviando Moisés para conduzir o povo para longe do poder de Faraó em direção a Canaã, a terra prometida.

Como devemos então ver a páscoa? Algumas pessoas me falam que isso era só para aquela época, que não precisamos comemorar como os judeus fazem, afinal não somos judeus. Muitos dizem que não tem problema algum em enfeitar a casa de coelhos botadores de ovos e trocar chocolates, que não há mal nisso. O problema não está no coelho ou no chocolate, o problema é que cada vez que isso é feito, é tirado o foco do verdadeiro sentido da páscoa: libertação e ressurreição, Amor de Cristo através de seu sangue, Seu sofrimento, por mim e por você!

Realmente não precisamos fazer todo o ritual que os judeus fazem, mas uma coisa podemos fazer igual; podemos nos lembrar de onde Deus nos tirou (da solidão, das dependências, das drogas, da miséria, da sequidão, da tristeza, da enfermidade...). Verdadeiramente o Senhor nos tirou da escravidão. Sabemos onde éramos escravos. Muitos não valorizam a liberdade em Cristo que possuem. Muitos preferem viver e voltar para o Egito, afinal, já estão acostumados com a vida assim.

“Sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que por tradição recebestes dos vossos pais,mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro imaculado e incontaminado” 1 Pedro 1:18,19

Jesus Cristo é o nosso êxodo! Ele é o cordeiro de Deus. Assim como o sangue de um animal, através de uma intervenção divina livrou os hebreus do Destruidor, o sangue de Jesus na cruz nos livra também. O Deus é o mesmo, o amor é o mesmo, assim como o Seu cuidado.
“No dia seguinte João viu a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo.” João 1:29
Eu entendi isso! Entendi que posso ver todas as áreas da minha vida ser tiradas do Egito. Entendi que as minhas amarras já foram soltas e que eu preciso aprender a viver com os pés leves e não mais com o peso das correntes.

Não podemos nos esquecer do real sentido da páscoa. Que possamos ver e celebrar a páscoa com reverencia, agradecimento e alegria. Jesus Cristo Vive!! Ele é vitorioso e através dele somos mais que vitoriosos!

Shalom!

sábado, 23 de abril de 2011

CONFIAR NO PILOTO

Fui aeromoça durante alguns anos e a pergunta que eu mais escutava era se eu não tinha medo de voar ou de acontecer uma turbulência forte durante o vôo. Eu passei por algumas turbulências fortes, dessas em que os passageiros gritam e ficam desesperados, mas eu não! Eu confiava no piloto. Eu sabia que ele era um homem experiente, que já tinha atravessado outras turbulências e que tinha tido sucesso. A turbulência não me assustava porque eu sabia quem estava no comando, e quando ele dizia que estava tudo bem, eu simplesmente confiava e continuava fazendo meu trabalho.

O livro de Josué me chama a atenção pelo numero de vezes que Deus diz NÃO TEMAS. Josué não sabia o que encontraria pela frente, nem ele, nem ninguém dos que estavam com ele, mas Deus sabia. Ele sempre soube que Josué encontraria uma grande turbulência pela frente e o que Deus pediu foi que Josué não temesse, nem se espantasse.

"Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia" (Salmo 46.1)

Durante a vida passamos e vamos passar por algumas turbulências. Assim como no vôo, elas são causadas por influências externas. Nem sempre o piloto pode evitar passar por uma, mas se o avião estiver preparado, com as peças encaixadas, apertadas, se a tripulação estiver apta e confiar no piloto, as coisas ficam mais fáceis. Nem sempre poderemos evitar passar por momentos de angústia ou tribulação. Nem sempre iremos detectar com antecedência (como os pilotos fazem com aquelas nuvens grandes, grossas e escuras), mas se estivermos emocionalmente e espiritualmente fortificados e preparados e sabendo que Deus, o nosso piloto, está no controle, passaremos pelos problemas com mais facilidade.

“Todo ser humano passa por turbulências na vida. A alguns falta o pão na mesa; a outros, a alegria na alma. Uns lutam para sobreviver. Outros são ricos e abastados, mas mendigam o pão da tranquilidade e da felicidade.” (Augusto Cury)

Não são poucas as pessoas que já experimentaram na vida algum tipo de situação em que, de repente, tudo se transtorna. Do casamento às finanças, dos sentimentos às relações de amizade, da saúde aos planos mais corriqueiros, tudo é sacudido pelo vento e somos pegos, muitas vezes de surpresa. A impressão que se tem é que a qualquer momento alguém irá jogar do céu máscaras de oxigênio, pois até isso parece faltar. Quando isso ocorre, quando as coisas parecem sair do controle, um dos primeiros sentimentos que aparecem é o medo e a incredulidade e quando eles aparecem ficamos surdos e não ouvimos Deus falando: NÃO TEMAS!

Deus sabe o que faz! Ainda que você não entenda porque você está passando por tudo isso, ou porque você teve que passar por tudo aquilo, saiba que Deus está no controle de tudo! Caminhar com Jesus não é garantia de ventos calmos para todo sempre. Caminhar com Deus é saber que ainda que o avião sacuda, que os containers caiam, que os passageiros gritem, que o sinal de apertar os cintos acenda, ainda sim, Deus está no controle. É ele que dissipa as nuvens negras, que acalma o mar e que nos garante um pouso tranqüilo. E se a tranqüilidade parecer demorar um pouco, lembre-se: “O SENHOR, pois, é aquele que vai adiante de ti; ele será contigo, não te deixará, nem te desamparará; não temas, nem te espantes.” Deuteronômio 31:8

Shalom! 

domingo, 17 de abril de 2011

Conhecimento X Entendimento

Isaías 5:13 – “Portanto o meu povo será levado cativo, por falta de entendimento; e os seus nobres terão fome, e a sua multidão se secará de sede.”

Oséias 4:6 – “O meu povo foi destruído (pereceu), porque lhe faltou o conhecimento; porque tu rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei..."

O Conhecimento gera vida. O entendimento gera liberdade. A bíblia nos relata que Deus soprou em Adão VIDA. Desde a criação Deus sempre quis nos dar vida e vida em abundância e é somente através de Jesus que podemos conseguir isso. A palavra vida pode ser entendida de duas formas: a primeira refere-se simplesmente a estar vivo; a segunda é a qualidade da vida que se tem. No livro do profeta Oséias diz que a falta de conhecimento faz com que pereçamos, que conhecimento é esse que ele se refere? O mais importante dos conhecimentos que o homem precisa ter é o conhecimento de Deus e isso podemos ter através da palavra Dele. Não espere que alguém a mastigue para você. Deus o capacitou de inteligência. Busque e aprenda a amar a palavra de Deus. Ela é viva! A Palavra de Deus, a palavra de poder, gera VIDA em abundância para aqueles que atentam a ela.

A liberdade vem com o entendimento dessa palavra. Muitos estão no cativeiro por total falta de entendimento. Observe que Isaías não usa a palavra conhecimento afinal a mensagem dele era para um povo que tinha conhecimento, que conhecia a Lei de Moisés. Os profetas choraram, clamaram pedindo que o povo se arrependesse e voltasse para Deus. Como isso não aconteceu, o cativeiro foi inevitável. O entendimento é dado através da ação do Espírito Santo em nossas vidas. É Ele que abre nossos olhos, nossa mente, nos dá condições emocionais e espirituais para entendermos o que está escrito. 

Podemos até conhecer toda a bíblia, pregar sobre ela, ensinar, fazer louvores mas se não a entendermos e se não a aplicarmos estaremos presos à uma vida de aparências. Muitos morreram no cativeiro, outros creceram cativos, nasceram cativos. É certo que o povo de Deus não vivia na miséria na Babilônia, mas eles não tinham e não recebiam tudo o que Deus tinha separado para eles. Deus já havia feito promessas, eles tinham e conheciam as promessas mas, lhes faltava entender o que tudo aquilo significava.

Precisamos conhecer, entender e viver a palavra de Deus! A Palavra de Deus tem um propósito muito maior do que apenas comunicar fatos.Ela tem o objetivo de gerar VIDA, e a VIDA é Jesus. Meditar na Palavra de Deus é atentar para a instrução do Espírito Santo no coração, é criar uma sensibilidade para ouvir Deus falando através dela.

"Não se aparte da tua boca o livro desta Lei {Bíblia}; antes, medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme tudo quanto nele está escrito; porque, então, farás prosperar o teu caminho e, então, prudentemente te conduzirás." (Josué 1:8)

Prosperaremos em nosso caminho, teremos uma vida em abundância, o dia que a palavra de Deus estiver não só memorizada em nossa mente, mas ativa no nosso coração. O dia em que o povo de Deus tiver cuidado, zelo de fazer, de viver, de falar, de pensar, conforme TUDO o que está escrito ali. Nesse dia seremos verdadeiramente livres.

“...e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” João 8:32

quinta-feira, 14 de abril de 2011

SER PRETERIDO

Algumas pessoas não conhecem o significado do verbo preterir, mas conhecem a sensação que ele causa. Preterir é a mesma coisa que desconsiderar, desprezar, menosprezar. Como é ruim se sentir desprezado, como dói não nos tratarem com consideração, como é ruim saber que outros ocuparam o nosso lugar, seja no coração, na amizade, no emprego, em relacionamentos... Ser preterido por alguém traz prejuízos a autoestima.

“Era desprezado, e o mais rejeitado entre os homens; homem de dores e que sabe o que é padecer; e como um de quem os homens escondem o rosto, era desprezado, e dele não fizemos caso.” Isaías 53.3

Jesus soube exatamente o que é ser desprezado, preterido. Escolheram a outro, escolheram Barrabás. Depois de tudo que Jesus fez ainda assim escolheram a Barrabás. Não imagino o que Jesus sentiu. Por muito menos eu choro, fico triste, pensando no que fiz de errado. Por muito menos eu penso: Porque o outro e não eu? Deus não tem filhos preferidos. Deus nos ama a todos igualmente, com a mesma intensidade, com o mesmo amor. Foi por causa desse amor que Jesus foi crucificado, foi por causa do sacrifício de Jesus que hoje podemos dizer que Deus nunca nos trocará por ninguém. Precisamos enxergar que nós temos a presença do Senhor! Não há motivos para nos sentirmos rejeitados. Jesus nunca se magoou, nunca se irou e nem se sentiu rejeitado, pois sabia que o Deus estava com Ele o tempo todo!

A rejeição é algo de que não nos pertence. Não faz parte do nosso DNA. É uma mentira imposta pelo inimigo e que infelizmente em momentos de fraqueza espiritual aceitamos como verdade. Deus nos conhecia, já nos amava quando ainda éramos matéria sem forma. Antes de nascermos Deus já nos amava independente do que fazemos Deus ainda nos ama. Satanás coloca em nossas mentes pensamentos do tipo: “Ele não quis ficar com você porque escolheu outra mais bonita, mais atraente”,“ Seus pais amam mais a seu irmão porque ele é melhor que você”,” Seu chefe colocou outra pessoa no seu lugar porque você é incompetente e burro”,” você não tem amigos porque você é chato” e coisas parecidas com isso!

"Vinde, e ouvi, todos os que temeis a Deus, e eu contarei o que ele tem feito à minha alma. A ele clamei com a minha boca, e ele foi exaltado pela minha língua. Se eu atender à iniqüidade no meu coração, o Senhor não me ouvirá; Mas, na verdade, Deus me ouviu; atendeu à voz da minha oração. Bendito seja Deus, que não rejeitou a minha oração, nem desviou de mim a sua misericórdia". Salmo 66:16 a 20.

Deus não despreza ninguém. Jesus não o rejeita, Ele está esperando que você tire da sua mente e do seu coração que é alguém rejeitado por Deus. Se você estiver sendo rejeitado pelas pessoas da sua casa, trabalho saiba que Deus não o rejeita! Quando nos libertamos dos pensamentos de rejeição nos sentimos LIVRES, pois passamos a viver dependentes do que é sobrenatural, do que vem do alto e não de coisas naturais que nos ferem.

Louvado seja o nome do Senhor!

terça-feira, 12 de abril de 2011

SIM, SENHOR!

A melhor maneira de evitar os danos permanentes do pecado é viver uma vida de obediência a Deus. (Jennifer Schuldt)

A minha mãe, assim como a maioria das mães, tinha uma maneira muito sábia de me educar. Quando eu a questionava do porque não poder fazer alguma coisa, ela simplesmente dizia: Porque não! E eu falava: ahhh, mas isso não é resposta e prontamente ela respondia: Então a resposta é não, porque EU (e era bem enfática nessa hora) estou mandando! Por mais que eu saísse bufando ou de cara feia, para mim era argumento suficiente para não fazer o que estava em meus planos. Ainda que eu não concordasse com ela, ou quisesse fazer as minhas vontades de menina mimada, eu acatava a ordem dos meus pais e hoje, muitos anos depois eu posso ver a bem que aqueles NÃOS me fazem.

A Bíblia diz em João 14:15, 23 “Se me amardes, guardareis os meus mandamentos. … Respondeu-lhe Jesus: Se alguém me amar, guardará a minha palavra; e meu Pai o amará, e viremos a ele, e faremos nele morada.”

O grande principio da palavra de Deus é a obediência. Jesus foi o maior exemplo de obediência que podemos ter. Ele se submeteu 100% à vontade de Deus, abrindo mão da sua glória, do seu reino por amos a nós. Jesus foi obediente até o fim e por conseqüência disso, aquilo que seria o fim se tornou em vitória e regozijo. Jesus deixou de ser imortal para ser mortal, deixou de ser Senhor para ser servo e ainda mais, suportou a dor e a morte só pra obedecer a Deus. Se fôssemos Deus( e ufa, ainda bem que não somos) iríamos querer filhos e servos iguaiszinhos a Jesus. Alguem que não retruque, que não argumente, que não coloque “mas Senhor...”.

Está escrito em Lucas 22:42: “ Pai, se queres afasta de mim este cálice; todavia não se faça a minha vontade, mas a tua” Esse é sem dúvida o maior exemplo de obediência de Jesus que abriu mão da sua própria vontade em nome da vontade de Deus.

Em Deuteronômio 28:1 diz: “Se ouvires atentamente a voz do Senhor teu Deus, tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos que eu hoje te ordeno, o Senhor teu Deus te exaltará sobre todas as nações da terra;”

Havia em certa região uma família de elefantes. E dentre eles havia um filhote de elefante muito brincalhão. Por diversas vezes fora advertido pelos pais para que não se dispersasse da presença deles, pois, certamente ficando só correria perigo. Certa ocasião, o pequeno elefante, resolveu pregar uma peça em seus pais. Enquanto caminhavam em busca de alimento, ele resolveu esconder-se atrás de uma pedra. Passado um bom tempo, a mãe notou a sua ausência e voltou para procurá-lo, mas ele adormecera atrás da pedra e a mãe não o encontrou. Passando por ali alguns caçadores, o apanharam e o levaram para um circo.

Em lá chegando, amarram-no pelos pés a uma corrente e o prenderam a um tronco. Quando tentou fugir, percebeu que não tinha forças para arrebentar a corrente. Como fosse crescendo, a cada vez, as correntes se tornavam mais grossas e os troncos mais fortes, de sorte que se tornara adulto e ainda continuava preso. Depois de muitas tentativas de fuga, sem qualquer êxito, ele desistira de tentar. Então o seu treinador, apercebendo-se disso, para que tornasse seu treinamento mais adequado, pois as correntes atrapalhavam, amarrou-lhe uma corda fina e o prendeu em uma pequena estaca. Todavia, o elefante, ainda tinha em mente, a grossa corrente e o forte tronco que sempre o prendera. Ele olhava para a corda, mas via a corrente.

A desobediência nos aprisiona. Ficamos escravos do mal comportamento. O Senhor não nos quer presos! Ele quer nos exaltar, exatamente como fez com Jesus. Precisamos guardar TODOS os Seus mandamentos e não somente aqueles que nos convém.

Que possamos por amor ser obedientes a Deus todos os dias!

segunda-feira, 11 de abril de 2011

                O QUE É SER CRISTÃO?

Antes de falar sobre isso, quero mostrar o que não é ser cristão. Ser Cristão, não é ter nascido em família católica ou protestante e não freqüentar a igreja ou ler a bíblia, como também não é ter nascido em família católica/ protestante, freqüentar a igreja e ler a bíblia.
Ser Cristão não é ser batizado, nem falar em línguas, nem conhecer todos os versículos da bíblia. Ser cristão não é estar presente em todos os cultos e saber todos os louvores e ter um cargo de confiança dentro da igreja. É claro que todas essas coisas fazem parte do cotidiano de um cristão, de um evangélico, de um crente, mas ser cristão vai muito além do que nossos olhos podem ver.

Para mim uma das melhores definições é ser seguidor de Cristo. Quem é cristão não só crer em Jesus como Senhor e Salvador, mas segue a Sua palavra. Ser cristão é tentar honestamente viver o que se prega. Ser Cristão é dar bom testemunho. Ser Cristão é andar na contramão do mundo. É dizer não quando todos dizem sim, é negar as suas próprias vontades para fazer a vontade de Deus, é dividir aquilo que sem, principalmente espiritualmente. É ir a lugares de onde muitos fogem, é abraçar pessoas que muitos rejeitam. Ser cristão não é só “vestir” a camisa do evangelho, mas é viver!

E sucedeu que todo um ano se reuniram naquela igreja, e ensinaram muita gente; e em Antioquia foram os discípulos, pela primeira vez, chamados cristãos.” Atos 11:26

O apóstolo Paulo enumera o fruto do Espírito, as qualidades da verdadeira vida cristã: "Mas o fruto do espírito é: amor, alegria, paz, paciência, benignidade, bondade, fé, mansidão, domínio próprio. Contra estas coisas não há lei." Gálatas (NT) 5:22 e 23. Um verdadeiro cristão, busca incansavelmente estar cheio do Espírito Santo de Deus, busca um bom relacionamento com Deus, com o próximo e com ele mesmo.

Um verdadeiro cristão ama ao seu próximo! Ahhhh como as vezes isso é difícil. Como é difícil aceitar as limitações do meu próximo, como é difícil não julgar, não falar mal, não tecer nenhum tipo de comentário. Desenvolver as qualidades cristãs não é tarefa fácil e te garanto que sozinhos não conseguimos. Ser cristão é ser totalmente dependente do Espírito Santo! O verdadeiro cristão faz das lutas, das marés contrárias, dos ventos fortes, motivações para a sua vida.

O verdadeiro cristão não só conhece a bíblia, mas vive e ama falar dos feitos de Deus. É testemunho vivo do agir de Deus, de tudo que Deus pode fazer - Atos 11:21 – “A mão do Senhor estava com eles, e muitos, crendo, se converteram ao Senhor”

O discípulo não é superior ao mestre; mas todo discípulo perfeito será como o seu mestre” (Lc 6,40).

Acredito que podemos ser como Jesus. Ter o caráter de Cristo, sermos mansos, confiantes 101% em Deus, não duvidar que a despeito das lutas que passamos, e ainda que possamos ir para a cruz eu iremos ressuscitar para a vitória. O verdadeiro cristão é alguém nascido de Deus, pronto para servir, é alguém que sabe que a salvação não está nas boas obras que faz, é alguém que serve à Deus, é alguém que se preocupa não só com a sua salvação, mas que ora e intercede por pessoas que nem conhece, é alguém que cumpre o ide, da maneira que conseguir. É alguém que por amor de Cristo é entregue a morte todos os dias!

Eu quero ser cada dia mais uma verdadeira cristã, e você?

domingo, 10 de abril de 2011

AS BENÇÃOS DE ABRAÃO

“...Sei que é difícil crer que sim,se tudo em volta diz que não e a angústia te faz esquecer. De tudo o que Deus prometeu, que sobre a tua vida estão as mesmas bênçãos de Abraão.”

Vamos partir do princípio que Deus não muda. O mesmo Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó é o nosso Deus hoje. As promessas feitas a muitos anos ao longo da história, não foram dadas só a eles. Essas promessas através de Jesus Cristo se estendem até as nossas vidas nos dias de hoje e para podermos verdadeiramente tomar posse delas, precisamos conhecê-las melhor. Observe o que acontece em Gênesis 12.2: “E far-te-ei uma grande nação, e abençoar-te-ei e engrandecerei o teu nome; e tu serás uma bênção” Encontramos aqui 3 grandes promessas de Deus.

Observe que Deus liberou as bênçãos na vida de Abraão e a bíblia não diz que Abraão fez por merecer. Deus quis o abençoar e ponto final. Para que Deus fizesse dele uma grande nação, ou seja, para que o filho da promessa viesse e desse filho uma das maiores promessas de Deus se cumprisse, precisou que Abraão saísse da sua zona de conforto (da sua parentela). A chamada de Abraão levou-o a separar-se da sua pátria, do seu povo e dos seus familiares, para tornar-se estrangeiro e peregrino. Deus estava estabelecendo o princípio importante de que o seu povo deveria separar-se de tudo quanto possa impedir o Seu propósito nas suas vidas.

“Ora, as promessas foram feitas a Abraão e à sua descendência. Não diz: E às descendências, como falando de muitas, mas como de uma só: E à tua descendência, que é Cristo.” Gálatas 3:16

Deus prometeu a Abraão que o abençoaria. Deus nos promete isso também. Todas as manhãs Deus fala o seu nome e diz: Filho (a) meu, esse é o dia que eu te abençoarei. Mas no decorrer do dia, nos esquecemos disso. Esquecemos que aquele dia é o dia em que seremos abençoados afinal nossas bênçãos já existem! Veja o que diz Efésios 1:3: “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo”

Deus prometeu que engrandeceria o nosso nome. Como? Porque somos ótimos e excelentes? Não! Através da obra de Deus em nossas vidas, primeiramente o nome Dele será engrandecido, exaltado, glorificado. Mas Deus é um Deus justo. Ele vê o nosso esforço, a nossa dedicação, a nossa busca, e a nossa fé. Deus engrandecerá o nosso nome na realização dos Seus sonhos, mas será o Nome do Senhor Jesus que será glorificado.

E temos a promessa de sermos uma benção. Preste atenção nisso. Nunca permita que ninguém lhe diga que você não é uma benção. Você tem essa promessa na sua vida! Pode ser que você ainda não a viva, mas ela já é sua. Abraão teve de abandonar pessoas e coisas que eram importantes para ele. Muitas pessoas querem ser uma benção, mas não querem pagar o preço da renúncia e da busca por Deus. Há pessoas presas em vícios físicos, emocionais e espirituais. E por estarem presas e não terem coragem para romper as correntes que as prendem, deixam de ser bênção.

Que todos nós possamos conhecer mais das promessas que Deus tem guardado para nos dar, mas que acima de queremos nossas bênçãos, que possamos querer e MUITO o abençoador. Mais que receber, que possamos dar. Dar o nosso melhor a Deus e ao nosso próximo.

quinta-feira, 7 de abril de 2011

COMEÇANDO O DIA

Eu já disse em alguns textos de como é essencial buscarmos a Deus, de nos enchermos de Seu Espírito, de estarmos em comunhão entre outras coisas. Mas hoje quero ser um pouco mais específica. Quero falar da importância de buscarmos a Deus pela manhã! De separarmos um tempinho a sós com o Senhor antes que façamos qualquer coisa.

Todo mundo está cansado de ouvir que café da manhã é a refeição mais importante do dia. E é mesmo uma vez que, no período da manhã, estamos, teoricamente, oito horas sem comer. O ideal seria termos um café balanceado para nos dar a energia necessária para começarmos bem o nosso dia, porém, muitos e eu me incluo, tem o terrível hábito de tomar apenas uma xícara de café e sair correndo de casa.

O nosso café da manha espiritual deve ser DEUS. Quando não nos alimentamos Dele, da Sua presença, da Sua palavra, saímos de casa vazios, afinal passamos um longo tempo sem O buscar. E se encontrarmos alguém na rua precisando de uma palavra de conforto, de carinho, uma palavra de Deus? Como daremos algo que não temos ou que temos em pouca quantidade?

“Amando ao Senhor Teu Deus, dando ouvidos à Sua voz, e apegando-te a Ele; pois disto depende a tua vida e a tua longevidade.” Deut. 30:20.

Falar com Deus e ouvir a Sua voz deve ser a nossa primeira tarefa, nas primeiras horas do dia. Assim como acordamos com fome de alimento, precisamos acordar com fome de Deus. Conheço pessoas que dizem que o dia não começa sem um bom cafezinho mas e sem a palavra de Deus? O seu dia começa sem a palavra de Deus? Outros dizem que só o banho pela manha as faz despertar. O que você precisa para despertar para a verdade que Deus anseia em te dar bom dia!

"Permanecei em mim, e eu permanecerei em vós. Como não pode o ramo produzir fruto de si mesmo, se não permanecer na videira, assim, nem vós o podeis dar, se não permanecerdes em mim. Eu sou a videira, vós, os ramos. Quem permanece em mim, e eu, nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer" João 15:4,5

Sem Jesus, não podemos começar o nosso dia. Ele é o nosso pão diário, nosso maná, nossa fonte de vida. Jesus é o nosso cafezinho. É ele quem nos acorda, nos desperta, nos anima, nos dá vigor! São Suas palavras que nos traz esperança, paz, que reaviva a nossa fé. Ao reservarmos um tempo de comunhão com Deus antes de sairmos de casa, estaremos dizendo assim: Senhor, eu entrego o meu dia em tuas mãos. Peço que tudo que eu fizer hoje seja debaixo da tua direção. Que o sangue de Jesus possa me livrar de todo mal e me tornar invisível aos meu inimigos. Senhor, eu consagro esse dia a Ti. Te agradeço por tudo que irá acontecer, pois sei que em Ti sou mais que vencedor. Eu tomo posse das tuas promessas no dia de hoje e declaro que minha vida te pertence. Que só o Senhor é o Deus da minha vida e que não quero que meu dia comece sem que o Senhor esteja comigo.

Que essa possa ser a nossa oração pelas manhãs. Fale com Deus assim que você acordar. E se você não tiver nada para dizer, seja pelo menos educado e diga: Bom dia Senhor!

Shalom!

segunda-feira, 4 de abril de 2011

DIA DE FAXINA
A minha bolsa é como um poço sem fundo. É incrível a quantidade de papel que eu jogo fora todos os dias. Quer dizer, fora não, dentro da bolsa. É comprovante de cartão, papel de bala, anotações, panfletos e outras coisas como carteira, óculos, nécessaire de maquiagem celular, chaves... Estão todos juntos; as coisas úteis e as inúteis. Quando preciso pegar ou achar algo na bolsa é sempre a mesma coisa, coloco tudo para fora e daí começo a fazer a faxina na bolsa.

Você já pensou na quantidade de coisas inúteis que você deve carregar na sua vida e não se dá conta? Vamos acumulando lixos emocionais, espirituais e não percebemos. Essas coisas vão tomando espaço em nossas vidas e só percebemos quando paramos tudo para fazer uma limpeza pesada em nossos corações e na nossa mente. A nossa bolsa, nosso armário, nossas gavetas podemos limpar sozinhos, mas a nossa vida não! Algumas coisas só nós podemos jogar fora, depende da nossa atitude começar a limpeza, depende de separarmos um tempo de qualidade para isso. Outras coisas, não conseguiremos fazer sozinhos e teremos que chamar alguém que é especialista em limpeza: DEUS!

Uma coisa eu sei. Nem todo lugar cheiroso está limpo. Podemos maquiar a sujeira, empurrá-la para trás do móvel, ou para de baixo do tapete mas ela está ali. Cedo ou tarde você vai ter que limpar o lugar.

“Portanto, fomos sepultados com Ele na morte por meio do batismo, a fim de que, assim como Cristo foi ressuscitado dos mortos mediante a glória do Pai, também nós vivamos uma vida nova.” – Rm. 6: 4.

O principal desejo do Senhor é nossa transformação. Não podemos ter uma nova vida com Cristo carregados de hábitos velhos. As sujeiras que carregamos, os papeis na bolsa, os restos de coisas são os velhos hábitos e velhos pensamentos. Viver em novidade de vida, também implica em mudar esses velhos hábitos. Não estou dizendo que é fácil fazer isso, é como subir uma grande escada; um passo de cada vez. A primeira coisa que você precisa fazer é querer mudar, é querer jogar o lixo fora. Você quer isso de coração?

Depois, precisamos nos esforçar. Limpar a vida cansa, ficamos suados, desgastados...Precisamos ir lá no fundo e buscar pelas coisas que escondemos a tanto tempo. Sabe quando começamos a arrumar a casa e descobrimos que temos coisas das quais nem nos lembrávamos? Pois então, na nossa vida isso também acontece e só nós sabemos onde estão. Agora que você já se levantou, arrumou tudo, separou tudo o que não presta, não serve, e só ocupa espaço, o seu saco preto( aquele saco que as vezes colocamos separados para o lixo)deve estar bem pesado. Peça ajuda de Deus para se livrar de uma vez por todas de tudo isso. Talvez você chegue ao fim da faxina cansado, sem forças e aí Deus pega os seus entulhos e com muito prazer os joga fora, num lugar onde você não os encontrará mais. Ele tem prazer em te ajudar quando você se esforça para fazer a sua parte!

Desista dos seus velhos hábitos. Se você quer uma vida nova, precisar abrir mão dos velhos hábitos. Comece a faxina HOJE ainda. Não deixe para amanha. Quando você terminar todos sentirão o perfume suave de Cristo na sua vida. "(...)Como um perfume que se espalha por todos os lugares, somos usados por Deus para que Cristo seja conhecido por todas as pessoas." 2 Corintios 2:14
Em Cristo Jesus somos mais que vencedores. Podemos fazer isso se nos dispusermos a fazer isso. Não pense que você é fraco, ou que a sujeira é muita que você nem sabe por onde começar. Apenas comece. O Espírito Santo lhe mostrará o melhor caminho e colocará em suas mãos o material de limpeza correto!

Shalom
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...