quarta-feira, 23 de março de 2011

SOMOS BARRO!
 
"Desci à casa do oleiro, e eis que ele estava entregue à sua obra sobre as rodas. Como o vaso que o oleiro fazia de barro se lhe estragou na mão, tornou a fazer dele outro vaso, segundo bem lhe pareceu. Então, veio a mim a palavra do SENHOR: Não poderei eu fazer de vós como fez este oleiro, ó casa de Israel?" (Jeremias 18:3-6).

Muito se tem falado a respeito de sermos como barro nas mãos de Deus, de como Deus pode nos moldar, nos refazer segundo o Seu querer, mas para que isso aconteça precisamos descer à casa do Oleiro e nos deixar ser moldados por Ele. Pesquisando sobre o processo de fabricação do vaso descobri algo me chamou a atenção. Um dos segredos é colocar o barro no centro da roda do oleiro, e a partir daí ele pode começar a moldar e dar a forma desejada.

Algumas vezes, por mais que a gente queira ser transformado, encontramos dificuldades para nos colocar no centro da vontade de Deus. Se o barro estiver mal posicionado, o oleiro nada pode fazer a não ser ajustá-lo até que possa começar o trabalho.
Ninguém pode ser um vaso se não passar pelas mãos do oleiro. Muitos até se separam do mal, da prostituição, do adultério, dos vícios, mas não tem a disposição de ir até o oleiro e não tem a disposição de passar por todas as fases da transformação.

O barro precisa ser separado, amassado, e cabe ao oleiro classificar a sua qualidade. Nem todo barro pode vir a ser um bom vaso. Isso é fato! Muitas vezes as propriedades do barro podem tornar-lo com pouca qualidade. Os frutos da carne em nossas vidas também nos tornam com pouco ou com nenhuma qualidade e se não forem trocados pelos frutos do Espírito jamais seremos um bom vaso, um vaso de honra! Depois de moldados segundo a vontade do oleiro, o barro vai para o fogo! O fogo definirá se realmente o vaso estará preparado para suportar esse processo. Para muitos servos de Deus é preciso que passemos pelo fogo, porque o fogo é que nos purificará, e mostrará as nossas obras. É no fogo que definimos quem somos em que cremos, onde está a nossa confiança, a nossa base.

2 Timóteo 2:20 - "Ora, numa grande casa não somente há vasos de ouro e de prata, mas também de pau e de barro; uns para honra, outros, porém, para desonra."

Uma vez que nos tornamos vasos, devemos adotar alguns cuidados. Não adianta ser vaso se ele estiver rachado. As rachaduras em nossas vidas se apresentam de várias formas. Falta de perdão, de santidade, inimizades, fofocas, rancor... Enquanto houver isso, por mais que se derrame unção ele nunca a reterá. Por mais que as águas do trono de Deus o venham encher, jamais haverá água suficiente. Não se repara vasos, é necessário quebrá-lo e fazer outro

Cada luta, cada adversidade, calúnia, difamação, traição, e demais problemas que enfrentamos ao longo do tempo, são, na verdade, ferramentas nas mãos do Senhor para nos moldar. Deus é o oleiro perfeito. Ele é dedicado, trabalha peça por peça, vaso por vaso, vida por vida, e é persistente. Assim precisamos ser também! Dedicados ao Senhor, trabalhar pecado por pecado até que não haja em nós rachadura alguma e persistentes e pacientes.

Entreguem-se nas mãos do oleiro, e tenham certeza de que o produto final sairá perfeito, pois Ele tem pleno controle e muita criatividade para fazer outro vaso segundo bem lhe parecer.

A paz do Senhor!


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...