segunda-feira, 21 de março de 2011

 ENCONTRO COM DEUS

Voltamos esse fim de semana de um encontro maravilhoso com Deus. Foram quase 3 dias de intensa busca por Deus, dias de arrependimento, dias de aprendizado, dias separadas de tudo só para estarmos face a face com o Senhor. Dias de Peniel.

“Então vocês clamarão a mim, virão orar a mim, e eu os ouvirei.Vocês me procurarão e me acharão quando me procurarem de todo o coração.Eu me deixarei ser encontrado por vocês", declara o Senhor, "e os trarei de volta do cativeiro.” (Jeremias 29: 12-14 NVI)

Isso realmente aconteceu. Deus foi fiel à Sua palavra. Ele, como sempre, cumpriu com o prometido. Como é bom ver as carinhas das mulheres no domingo. Na sexta-feira, muitas chegam de mau humor, impacientes, agitadas, mas depois que Deus se revela, se tornam nova criatura. No domingo, depois de uma ministração, um pensamento veio à minha mente e trouxe um peso ao meu coração. Eu disse a elas que eu adoraria poder dizer que elas jamais se desviarão de Deus, mas infelizmente não posso. Isso é uma grande verdade no meio do corpo de Cristo. Nós somos responsáveis pela nossa vida, pela nossa salvação.

É muito bom ficar um fim de semana separado para Deus, mas a nossa realidade não é essa! Muitos acordam cedo, vão trabalhar e lá passam pelo menos 10 horas do dia, voltam cansados e precisam administrar o tempo entre o retorno e a hora de ir dormir, com os filhos, casa, esposa/esposo e Deus. E nessa divisão de tempo Deus sai com a menor parte. Vamos dormir cansados ou com tantas coisas na cabeça, que esquecemos que chegamos ao fim daquele dia pela misericórdia de Deus e que seria no mínimo educado agradecê-lo por isso.

Somos atacados de tantas maneiras, que tudo que o nosso inimigo quer é anular a nossa comunhão com o nosso Pai. Somos nós os responsáveis pela a nossa vida com Deus. Eu posso orar pela sua vida, interceder por você, mas se não houver um posicionamento, de nada vai adiantar. Muito vale a oração de um justo, é verdade, mas oração sem ação é um caminho muito longo e muito árduo, que pode ser trocado pela junção da oração e do posicionamento.

O que acontece nos encontros com Deus, pode acontecer no nosso dia a dia. Precisamos nos separar e buscar a Deus. O Senhor NUNCA deixou de se revelar àqueles que o buscaram verdadeiramente. Precisamos nos calar para ouvir a voz de Deus, precisamos estar atentos aos louvores, ministrações, à palavra pois Deus gosta de falar, e Ele fala o tempo todo! Deus não se esconde de nós, muito pelo contrário, Ele ama quando estamos buscando e clamando por Ele.

O princípio básico da caminhada cristã é o relacionamento com Deus pois foi exatamente para isso que Ele nos criou e em toda a história e em toda a bíblia vemos que esse é um dos objetivos do Senhor, restabelecer Seu relacionamento com o homem. Que nesses dias então você possa ter um só objetivo em sua vida, buscar ao Senhor de todo o seu coração, pois quem busca encontra e quem procura acha e os olhos do Senhor estão voltados para você esperando que tão somente você o busque intensamente.

Se você quer mudar, se quer sua vida mudada, restaurada, restituída, CORRA para Jesus, para os braços do Pai. Eu te garanto que nesse momento Ele está te esperando!

A paz!


Para você refletir um pouco:

Um homem foi ao barbeiro. E enquanto tinha seus cabelos cortados conversava com ele. Falava da vida e de Deus. Dai a pouco, o barbeiro incrédulo não aguentou e falou:
- Deixa disso, meu caro, Deus não existe!
- Por quê?
- Ora, se Deus existisse não haveria tantos miseráveis, passando fome! Olhe em volta e veja quanta tristeza. É só andar pelas ruas e enxergar!
- Bem, esta é a sua maneira de pensar, não é?
- Sim, claro!
O freguês pagou o corte e foi saindo, quando avistou um maltrapilho imundo, com longos e feios cabelos, barba desgrenhada, suja, abaixo do pescoço. Não aguentou, deu meia volta e interpelou o barbeiro:
- Sabe de uma coisa? Não acredito em barbeiros!
- Como?
- Não acredito. Pois se existissem barbeiros, não haveria pessoas de cabelos e barbas compridas!
- Ora, eles estão assim porque querem. Se desejassem mudar, viriam até mim!
Ao que o homem respondeu:
- Entendeu agora? ( autor desconhecido)

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...