sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011


A VERDADEIRA MOTIVAÇÃO

O que nos motiva a fazer o que fazemos, principalmente na casa de Deus? Sempre penso nisso, principalmente durante a palavra de dízimos e ofertas. Peço sempre a Deus para eu ter a motivação certa no meu coração e não perde-la. Quero te fazer algumas perguntas bem específicas: O que te faz ir à igreja? O que te faz orar e ler a palavra? O que te faz dizimar e ofertar? Porque você vive em santidade? Pense bem nas suas respostas.

Muitos querem ir para o céu por medo do inferno. ERRADO! Não deveria ser essa a nossa motivação. Não deveríamos ir à igreja, só para “marcarmos ponto”, ou para não darmos motivo para sentirem a nossa ausência e nos cobrarem depois. Devemos ir à igreja, pois queremos louvar a Deus, queremos estar na casa do Pai, devemos ir à igreja, pois do púlpito virá a palavra ungida do Senhor, virá o nosso maná. Devemos ir à igreja por amor a Deus, para estarmos diante de Sua presença.

Hb 10.25 “Não deixemos de congregar-nos, como é costume de alguns; antes, façamos admoestações e tanto mais quanto vedes que o Dia se aproxima.”

Devemos orar e ler a palavra de Deus, pois PRECISAMOS de um relacionamento mais íntimo com Deus. Não para pedir sem parar. Confundimos o orar sem cessar com o pedir sem cessar. A palavra de Deus é lâmpada para nossos pés, é o que nos mantêm de pé durante os terremotos da vida.


Devemos dizimar e ofertar pelo simples fato de Deus ser Deus. Por ser um mandamento e não por termos medo de perder o nosso emprego, ou medo de Deus nos castigar de alguma maneira, ou medo do inimigo nos roubar. Se a tua motivação é essa, reveja seus conceitos. Dizime e oferte por amor, com prazer, por saber que o dinheiro não é seu. Nada é seu. Tudo o que temos pertence a Deus e nós administramos. Não retenha o que não é seu.

Porque você vive em santidade? Será que sentimos medo de não sermos santos e sermos castigados. Devemos viver em santidade, pois o nosso Deus, de quem somos filhos legítimos é Santo. Pedro nos lembra isso em 1 Pedro 1. 15 -16: "Sede santos, porque Eu sou santo". Se quisermos ver a Deus, precisamos viver em santidade e normalmente queremos ver quem amamos. Em Atos 19. 13-17 nos diz que a santidade gera intimidade e intimidade gera autoridade.

Reparem que as nossas motivações devem estar baseadas no amor. No amor a Deus, no amor à obra de cruz, no nosso resgate. Nossas motivações devem estar ligadas ao nosso agradecimento. Precisamos entender que nada que fazemos ou deixamos de fazer fará com que Deus nos ame mais ou menos. Deus nos ama. Isso é fato. E quando conseguimos entender o amor que Deus tem por mim e por você passamos a fazer tudo isso de forma muito suave. Passamos a ir à igreja alegremente, depois de um dia intenso de trabalho, na chuva, passamos a orar e ler a palavra com amor, querendo entender mais e conhecer mais de Deus, passamos a dizimar com alegria, pois Deus tem estado no controle da nossa vida e até aqui Ele tem nos ajudado. Passamos a ter uma vida santa, não só sexualmente, mas em todas as áreas. Passamos não só a entender e conhecer o amor de Deus, mas a vivê-lo.


A única motivação capaz de manter você firme e inabalável deve ser o Senhor Jesus Cristo. Deus teria todos os motivos para “desistir” de nós, mas somos frutos de Seu amor. FOI POR VOCÊ!

"Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.
Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho; mas o SENHOR fez cair sobre ele a iniqüidade de nós todos.
Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado ao matadouro, e como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a sua boca. "( Isaías 53:5-7)

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...