segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

INVERTENDO OS PAPÉIS



“Porque, quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo.” 1 Corintios 2:16

Nesse último domingo falei um pouco sobre isso na aula da escola bíblica. Falei que as vezes invertemos os papéis com Deus. Parece que temos dificuldade em deixar Deus ser Deus. Esquecemo-nos de quem é Deus e quem nós somos. Dizer ou explicar quem é Deus é um assunto muito longo, mas tem uma definição que eu gosto muito. Deus é O criador, e nós a Sua criação.

Acostumo-nos a ouvir que Deus faz, Deus responde, Deus salva, Deus cura. É um tal de “Senhor EU gostaria disso” ou “Senhor, EU gostaria daquilo” e até mesmo “Deus, realiza os MEUS sonhos”. Chegamos a dar orientações e prazos para o agir de Deus em nossa vida. È verdade que Deus pode todas as coisas, para Ele não existem impossíveis, mas não podemos nunca nos esquecer que Deus é Deus e nós somos humanos. Deus não falha, não se atrasa, não falta. O tempo do agir Dele é perfeito.

E partindo do princípio que o agir de Deus é perfeito devemos tão somente obedecer e crer que quando estamos debaixo da proteção de Deus as coisas que acontecem em nossas vidas, acontecem por algum motivo, mas acima de tudo para que o nome do Senhor possa ser exaltado e glorificado.

Muitos pensam que Deus tem obrigação de justificar Suas atitudes. Cobramos uma solução, uma resposta, como se Deus dependesse de nós, quando somos nós totalmente dependentes Dele. E o mais triste ainda é que cobramos de Deus, cobramos a Sua fidelidade, quando nós mesmos somos tão infiéis. Cobramos de Deus respostas, mas quando Ele nos pergunta alguma coisa, fingimos que não ouvimos. Cobramos de Deus atitudes, quando nós mesmos em vários momentos permanecemos na inércia.

Prometemos e não cumprimos e servimos a um Deus que tem palavra e que as cumpre. “Quando um homem fizer voto ao Senhor, ou fizer juramento, ligando sua alma com sua obrigação não violará a sua palavra; segundo tudo o que saiu da sua boca, fará” (Números 30:2) Quando Deus dá uma ordem a nosso respeito, as coisas se movem a nosso favor e somos abençoados.

Números 23:19 diz: "Deus não é homem, para que minta; nem filho de homem, para que se arrependa. Porventura, tendo ele prometido, não o fará?" Você tem uma vida repleta de promessas. Não as cobre de Deus, mas também não desista delas. Na hora certa Deus fará e todos verão que você é um testemunho vivo da Sua fidelidade.

O Senhor, não lhe deve explicações. Ele ama abrir os nossos olhos e nos revelar as coisas ocultas mas não inverta os papéis. Somos nós quem daremos explicações pelos nossos atos e atitudes e isso ocorre diariamente. Precisamos entender que o tempo de Deus, não é o nosso tempo!E que a hora de Deus, não é a nossa hora! Que nossos pés estejam firmados pela palavra. Se apóie na Palavra de Deus e na Promessa que Ele te dá.

2 comentários:

gizela disse...

....lendo seu post hoje..... como é bom ser obediente a sua palavra....acabei de ler "Debaixo de suas asas" John Bevere......temos que ser alem de praticantes, obedientes e proclamar o amor de Jesus....

Adriana Silveira Oliveira disse...

Deus te abençoe, é isso mesmo, somos resgatados da morte para servir aos propositos de Deus, Ele é o Senhor. Bjs.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...