quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

BURACOS VAZIOS
Sabe quando às vezes nos sentimos vazios? Com aquela sensação de que está faltando alguma coisa? Parece que sentimos um dorzinha no peito, um nó na garganta que se recusa a passar, sentimos o corpo meio estranho e a nossa mente é inundada de incertezas e pensamentos conflitivos? É muito ruim se sentir vazio!

Saímos em busca de algo para preencher esse vazio. Alguns usam drogas, álcool, outros usam os relacionamentos, outros começam a comprar desesperadamente, alguns comem ou dormem até não conseguirem mais, e existem também aqueles que se ocupam de tantos cargos dentro da igreja na tentativa de preencher esse vazio. Em resumo tentamos, através das coisas que nos agradam, pela força do nosso braço, taparmos o buraco. Em 100% das vezes, o que acontece é o preenchimento temporário, pois estamos preenchendo com coisas erradas. O vazio a ser preenchido aumentará mais ainda em nós. Mas há algo que precisamos saber: dentro de nossa alma há um espaço que somente Deus pode ocupar. Por isso nunca gozaremos a paz até que permitamos que Ele o preencha.

Propositadamente nascemos com esse vácuo, e que só pode ser preenchido espiritualmente. Existe algo além da carne, existe o espírito, e o nosso espírito jamais ficará satisfeito com as coisas desse mundo, com as coisas naturais. O nosso espírito precisa estar conectado ao Espírito de Deus. Precisamos ser cheios, e DIARIAMENTE da Sua porção. Meu querido, não se engane; se o lugar que Deus deveria estar preenchendo estiver vazio, satanás fará de tudo para ocupá-lo.

O buraco existe e sempre vai existir. Isso é fato! São mais ou menos como os buracos das ruas de nossas cidades. As vezes caímos nele sem esperarmos, ficamos nervosos e culpamos a prefeitura pelo descaso. Outras vezes, sabemos que o buraco está ali, e simplesmente desviamos dele, mas ele ainda vai continuar ali. “Dependemos” de alguém para ir ali e tampá-lo, preenchê-lo. Precisamos do Espírito Santo para tampar os buracos na nossa vida, para preenchê-los. Quando Deus nos invade e nos preenche a “manutenção” é por nossa conta. Vai depender da nossa busca diária pela fonte correta.

Segundo um dos maiores escritores da literatura russa, o romancista Fiódor Mikhailovich Dostoiévski (1821 – 1881), “o homem possui dentro de si um vazio do tamanho de Deus”. Logo, só pode ser preenchido com Deus e por Deus, caso contrário ainda sobrará espaço. Não adianta nos enchermos somente, temos que transbordar Dele então, seremos pessoas saudáveis, felizes e realizadas, que levarão outros a ter um encontro com a verdadeira felicidade

“Como suspira a corça pelas correntes das águas, assim, por ti, ó Deus, suspira a minha alma. A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo” (Sl 42,1.2a).

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...