segunda-feira, 24 de janeiro de 2011


Nunca troque o que mais quer na vida, pelo o que mais quer no momento"

Eu não sei quem escreveu isso, mas copiei do Facebook de uma amiga. Seja lá quem tenha escrito isso, me fez parar para pensar no que eu mais quero da minha vida e o que eu mais quero no momento. Quem me conhece sabe o que eu mais quero no momento, sabe o que ainda está me faltando, sabe o que me faz as vezes a noite em minhas orações chorar e clamar a Deus. Mas isso é o que eu quero nesse momento... E em alguns outros momentos. Mas o que eu quero para a minha vida é Deus. O que eu quero mais na minha vida é não perder a intimidade com o Pai. Não perder a comunhão. O que eu mais quero é ter sensibilidade para ouvir a voz do Espírito.

"Como suspira a corça pelas correntes das águas, assim, por ti, ó Deus, suspira a minha alma. A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo" (Salmo 42:1, 2).

O que você mais quer da sua vida? Não troque isso pelo que você mais quer nesse momento. Não troque algo que é eterno por algo passageiro, a verdade pela mentira, a realidade pela ilusão. É nos momentos mais negros da vida que nos lembramos de nossa grande necessidade de Deus e meu querido aprendi isso no dia a dia. Não espere o dia mau chegar para buscar a face de Deus. Não espere se afundar na lama para segurar em Suas mãos.

Depois da morte da minha mãe, eu quis fazer muitas coisas que até então nunca tinha feito. Fiz tatuagens, me esbaldei na noite, dei meu coração para pessoas que nunca souberam valorizar e me magoei, me feri, me arrependi. Eram coisas que eu queria naquele momento. Não era o que eu mais precisava na vida. Naquele momento eu tinha um buraco muito grande no meu coração, uma dor que parecia que ter fim, uma ferida que não queria curar.

"Tem misericórdia de mim, ó Deus... apaga as minhas transgressões, segundo a multidão das Tuas misericórdias... (Salmo 51: 8-9)

Eu descobri, ou melhor, me lembrei do que eu mais precisava na minha vida. Precisava de Deus! Precisava voltar para os braços do Pai, precisava da sombra das Suas asas, precisava do carinho de Suas mãos. Precisa voltar a sentir paz, sentir meu coração sendo massageado nos meus períodos de angustia de aflição. Precisava do meu Pai. Sabia que não teria mais minha mãe de volta e tudo o que eu estava fazendo não estava me dando paz nem tranqüilidade. Não era feliz. Eu tinha momentos felizes.

É o Senhor o motivo da nossa alegria. É Ele o motivo do nosso respirar, do nosso viver. A nossa felicidade vem do alto e não das coisas que nos cercam. Quantas pessoas têm tudo e são terrivelmente infelizes? Elas não têm Deus, não tem o consolo do Espírito Santo. Sentem um vazio tão grande que tentam preencher com relacionamentos, compras, drogas, ou com deuses estranhos.

Quando o véu do templo se rasgou passamos a ter acesso direto ao Pai através de Jesus Cristo. Você tem noção do privilégio que você tem? Você tem noção que hoje você pode ir à sala do trono e sentar no colo de Deus? Você pode estar pensando assim: Ahh, mas eu sou tão pecador, não mereço o amor de Deus. Não mereço ser chamado filho de Deus. Vá a Deus da maneira como você está. Ajoelhe-se diante Dele, peça perdão pelos seus pecados, declare seu amor a Deus, reconheça que somente a graça dele te basta. Busque-o de coração, sem interesses pessoais. E eu garanto que você se alegrará com os Seus feitos. ( Salmo 92:4)

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...